Published: Vie, Setiembre 29, 2017
Medicina | By Roano Paules

Lula: Recibos de aluguel têm datas que não existem

Lula: Recibos de aluguel têm datas que não existem

A data de assinatura do recibo, porém, está correta. Lula alegou que desconhecia atrasos e que quem comandava os pagamentos era a ex-primeira-dama Marisa Letícia, morta em março. O advogado apresentou outro documento, uma carta assinada por Costamarques para Dona Marisa, ainda não anexada ao processo, em que o proprietário pede que o depósito do aluguel seja alterado para uma conta corrente do Banco do Brasil - até então, os pagamentos eram feitos em espécie. Um recibo, no valor de 3.500 reais, refere-se a agosto de 2011; cinco recibos de 3.660 reais são relativos a 2012; quatro recibos de 3.950 reais, a 2013; seis recibos de 4.170 reais, a 2014 e dez recibos de 4.300 reais, a 2015.

De acordo com a publicação, a defesa de Costamarques avalia ajuizar hoje uma petição na 13ª Vara da justiça Federal de Curitiba, onde despacha o juiz Sergio Moro, apresentando a informação de que os recibos foram entregues pelo contador e ainda que parte dos comprovantes foi assinado um seguido do outro.

Os documentos foram entregues nesta segunda (25) à Justiça, a fim de comprovar que o aluguel do imóvel, segundo a defesa, foi "uma relação privada de locação". Pequenos erros em dois dos 26 recibos apresentados não retiram a força probatória do documento - disse. As provas são referentes ao aluguel de um apartamento em São Bernardo do Campo, que a Procuradoria-Geral da República diz ter sido dado como propina ao petista.

Entre eles há um recibo no valor de R$ 4,1 mil no qual consta que o vencimento seria no dia 31 de junho de 2014 - o mês tem 30 dias.

Ancelotti on the brink, decisive meeting today — Bayern Munich
Now it was quite fast! If Bayern do make an approach, Liverpool bosses are likely to make it as difficult as possible. He of course won the double with Chelsea in 2010 before another unjust sacking from Roman Abramovich.

Procurada ontem pelo GLOBO, a defesa do ex-presidente Lula não informou como foram feitos os pagamentos. Segundo o Ministério Público Federal, a Presidência alugou o apartamento para abrigar os seguranças que fazem a escolta pessoal dele. Ele disse também que só cobrou uma vez e que estava num hospital quando foi procurado pelo advogado Roberto Teixeira, amigo de longa data e compadre de Lula, que lhe avisou que ele começaria, a partir dali, a receber o aluguel. "Pela lei, bastaria à defesa ter apresentado o último recibo com reconhecimento de quitação, sem qualquer ressalva de débitos anteriores, para que todos os demais pagamentos fossem considerados realizados", diz a nota.

A defesa disse também que estranha que tenham sido indeferidas todas as provas que pediu para demonstrar que não existe qualquer valor proveniente da Petrobras envolvido no caso.

Assim que os advogados de Lula protocolaram os documentos, começaram a circular nas redes sociais imagens dos recibos. Concluindo a nota, a defesa diz: "A tentativa de transformar os recibos no foco principal da ação é uma clara demonstração de que nem o Ministério Público nem o juízo encontraram qualquer materialidade para sustentar as descabidas acusações formuladas contra Lula em relação aos contratos da Petrobras".

Like this: